#ONFS

domingo, 5 de julho de 2015

Sobre continuidade

Somos nascidos no meio do embaraço,
E um pouco mais a cada passo
Nos perdemos um pouco mais.
Continuamos sendo obra de acasos,
Transbordando em leito raso,
Em "tanto fiz que tanto faz".

Morremos um pouco mais a cada ano,
E nesse continuar, continuamos
Cada ano um pouco mais.
Eternamente nos perdendo mais um tanto
Sem porque e nem portanto,
Entretanto há ademais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário